Chávez e o Globo

· Política
Autores

Em recente entrevista coletiva, o presidente da Venezuela Hugo Chávez foi perguntado por um jornalista brasileiro do Globo, sobre a liberdade de imprensa em seu país e a concessão de TVs privadas, à exemplo do que ocorreu com a RCTV. Hugo Chavez foi duro com o jornalista e afirmou que ele deveria assumir uma posição de defesa do Brasil e da América Latina ao invez de se vender ao jornal O Globo que considera “de extrema direita”.

O presidente da Venezuela comentou ainda as recentes declarações de Lula que disse que a Venezuela teria “excesso de democracia”. Elogiou Lula em todos os aspectos, como pessoa, como presidente e “companheiro”. Por fim, aconselhou o jornalista que escrevesse o que quisesse que ele, como presidente, faria e diria também o que quisesse.

A respeito de uma suposta multa que teria recebido um jornalista venezuelano por falar algo que desagradava o governo de Chavez, o presidente disse que ele (o jornalista) não perdera o seu direito de trabalha e somente fora multado. Portanto não teria sido agredida a sua liberdade de imprensa. “Pode ele não gostar, mas isso é uma coisa que diz respeito a lei da Venezuela. Você pode não gostar da lei, aí é outra história”, disse Chávez na coletiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: