Curitiba: 50 mil contra a maconha e o kit-gay

· Cristãos, Educação, Movimento Gay
Autores

50 mil pessoas protestaram contra a marcha da maconha e o kit-gay nas escolas, pelas ruas de Curitiba

Cerca de 50 mil pessoas se reuniram neste sábado (21) em Curitiba, na Marcha para Jesus, organizada por aproximadamente 600 igrejas evangélicas.
A multidão percorreu ruas do centro da cidade e se concentrou numa praça do bairro Centro Cívico. Os participantes do evento aproveitaram para defender bandeiras evangélicas, protestando contra a legalização da maconha e a distribuição do kit anti-homofobia (chamado de “kit gay”) pelo governo federal.
Os manifestantes também realizaram abaixo-assinado contra o kit e o projeto de lei que criminaliza a homofobia. “Estamos manifestando nosso apoio à família, aos valores da família”, diz o pastor Cirino Ferro, bispo da igreja Sara Nossa Terra e presidente do Comep (Conselho de Ministros Evangélicos do Paraná).
O PLC 122, que criminaliza a homofobia, está em tramitação no Senado e é chamado, no meio evangélico, de “lei da mordaça”. Para Ferro, ele “pune o livre pensamento que é garantido pela Constituição” e impede os pastores de defenderem o sistema bíblico de família.
Quanto ao kit anti-homofobia, cuja distribuição em escolas públicas ainda está sendo estudada pelo MEC (Ministério da Educação), o pastor afirma que é “outra imposição que chega sem consultas prévias à sociedade, induzindo nossos filhos a aderir a coisas com as quais não concordamos”.
Já os protestos contra a legalização da maconha eram motivados principalmente pela realização da Marcha da Maconha no país — em Curitiba, ela deveria ocorrer neste domingo, mas foi proibida por decisão da Justiça.
Comunicado importante do Bispo Cirino Ferro para o Blog Julio Severo sobre a reportagem da Falha de S. Paulo: “Na verdade nós tínhamos muito mais gente participando da Marcha, foi a maior de todas, provavelmente com mais de 200 mil participantes. Acho que eles levaram em consideração apenas a multidão que estava atrás do meu caminhão de som, mas tínhamos mais oito caminhões na Marcha.
Comentário de Julio Severo: Se fosse um parada gay com 5 mil participantes, a mídia sem demora inflaria o número para 1 milhão. Quanta vergonha para o jornal ‘Falha de S. Paulo’!
Fonte: juliosevero.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: